Produtos

CPAP Básico

CPAP Automático

Acessórios

BiPAP Básico

BiPAP Automático

BiPAP Ventilação

Máscara Nasal

Máscara Facial

Máscara Pillow

Concentrador de Oxigênio

Oximetro

Polissonografia

Adapt Care Serviço de Diagnostico e Comercio de Artigos Médicos e Ortopédicos Ltda - CNPJ 14.316.920/0001-28

Assine nossa newsletter

Participe de promoções especiais

Apneia do Sono

O que é Apneia do Sono?

A apneia do sono é uma condição clínica na qual ocorrem obstruções recorrentes da via aérea durante o sono, gerando quadros de apneias (pausas respiratórias de no mínimo 10 segundos) e ou hipopneias recorrentes (quase apneias).

A nossa garganta é estreita e quando dormimos relaxamos a musculatura, há a queda da língua e deslocamento posterior da mandíbula e, portanto, obstrução da garganta impedindo a passagem do ar (apneia).

Para que o indivíduo possa sair da apneia ele precisa despertar e com isso a musculatura da garganta retoma a força que mantém a garganta aberta até que o sono reaparece e a garganta volta a fechar.

Este ciclo é repetido inúmeras vezes ao longo da noite. Para cada apneia existe um despertar, o sono profundo e reparador não ocorre. O sono é de má qualidade e a sonolência diurna é grande promovendo graves implicações para a saúde.

Muitas pessoas têm apneia do sono, mas podem nem saber disso. Na verdade, a apneia do sono afeta mais de 3 em cada 10 homens e quase 1 em cada 5 mulheres, por isso é mais comum do que você imagina.

É importante reconhecer alguns dos sintomas comuns e entender por que você pode estar se sentindo tão cansado e descobrir o que fazer se tiver apneia do sono.

Saiba mais sobre a Apneia do Sono

Sinais e sintomas mais comuns:

  • Roncos

  • Apneias testemunhadas

  • Sonolência excessiva diurna

 

Fatores são de risco para apneia do sono:

  • Obesidade

  • Língua grande

  • Amigdalas e úvula grandes

  • Palato redundante

  • Queixo pequeno

  • Grande circunferência do pescoço (sexo masculino > 42,5 cm e feminino > 37,5 cm)

  • Sexo masculino

  • Síndromes genéticas com deformidades craniofaciais evidentes

Como fazer o diagnóstico da Apneia?

O diagnóstico da apneia do sono é baseado na história clínica, exame físico e teste de registro do sono (polissonografia).

Os indivíduos com sintomas característicos da doença e fatores de risco devem ser submetidos ao teste de registro de sono (polissonografia) para o diagnóstico definitivo da doença.

O somatório das apneias e hipopneias por hora de sono fornece o índice de apneia-hipopneia (IAH). A gravidade da apneia é determinada pelo IAH:

  • Grau leve: 5 < IAH < 15/hora

  • Grau moderado: 15 < IAH < 30/hora

  • Grau acentuado: IAH > 30/hora

Como tratar a Apneia do sono

O objetivo do tratamento da apneia do sono é manter a abertura da garganta e, portanto, prevenir a apneia

Para apneia moderada a acentuada o uso de gerador de pressão positiva contínua na via aérea (CPAP) durante o período do sono é o tratamento de escolha. O CPAP promove um bombeamento de ar que impede o fechamento da garganta com consequente apneia e suas consequências deletérias descritas anteriormente.

As cirurgias para o tratamento da apneia do sono são procedimentos de exceção, apenas indicadas em casos selecionados.

Referências Bibliograficas:

https://sbpt.org.br/espaco-saude-respiratoria-apneia-do-sono/

Sleep-disordered breathing affects 34% of men and 17% of women aged between 30-70. Peppard et al. Increased Prevalence of Sleep-Disordered Breathing in Adults. Am J Epidemiol. 2013 (5.17)